A força mais fraca e o sabor da vida…

26 12 2008

Quantas vezes a gente não fica insistindo com a vida que tem q ser do nosso jeito? E a gente briga achando que nós sabemos mais do que a natureza, achando que a natureza é burra e erra o tempo todo… tsc tsc…

Vejam a ciência médica por exemplo, que acha q sintomas psicológicos são sinais de doenças que precisam ser eliminados. Fazem remédios para “consertar” a natureza mas não percebem que esses mesmos sintomas são a forma que a natureza tem para consertar o que nós em nossa enorme arrogância, que só não é maior do que a nossa ignorância, estragamos.

Tudo tem que ser feito do nosso jeito e na nossa hora e esquecemos que nós só estamos aqui há pouquíssimo tempo e que a natureza e a vida está aqui há muitíssimo mais… Novamente isso tem a ver com as necessidades que criamos mas que não precisamos… Dizem que é preciso ter diploma antes dos 25 anos para poder entrar no mercado de trabalho. Dizem que é preciso engressar no mercado de trabalho para poder trabalhar e ganhar dinheiro. Dizem que é preciso ganhar dinheiro para poder sobreviver. E dizem que é mais importante sobreviver do que saber viver! Savoir vivre, como diriam os franceses…

Saber viver, é esse o segredo… Saber tem a mesma origem de Sabor… Saber viver é saber saborear a vida também! Sentir seu gosto, perceber o que a vida tem a nos oferecer… Quantos aqui conseguem fazer isso? Quantos aqui saberiam dizer qual sabor tem sua vida? Será q tem sabor de sangue, suor e lágrimas? Ou tem sabor de damasco com chocolate? Ou será que tem sabor de um bom e refinado vinho tinto ou rum ouro enquanto observa da sacada da sua casa ou do convés de um barco as ondas do mar batendo nas pedras? Ou sua vida tem o sabor da bebida púrpura (cf. O Dia do Curinga, de Jostein Gaarder)?!

Mas a gente só vai poder saber qual o sabor da nossa vida se a gente se deixar levar por ela e não tentar domesticá-la… A vida não é nenhum bichinho de estimação que pode ser domesticado através do noss intelecto! Nosso intelecto vai até os limites da nossa razão. A natureza e a vida vão muito, mas muito mais além disso, vão para regiões completamente desconhecidas por nossa razão… E só quando nós nos deixamos nos levar pela vida é que a gente pode experimentar esses novos e maravilhosos sabores da vida!

Originalmente publicado em: 03/06/2007


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: